quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
InícioEspiritualidade sem fronteirasAlgumas curiosidades sobre os banhos de ervas

Algumas curiosidades sobre os banhos de ervas

image_pdfimage_print

Desde meus sete anos de idade, eu sempre amei o contato com a natureza! Sou fã de carteirinha até hoje por pesquisas, conhecimentos e práticas envolvendo ervas. Gosto de benzer, defumar, preparar banhos, utilizar em ritos, além de diversas outras finalidades. Como mestre e erveiro, eu recebo muitas perguntas ou ouço umas certas frases que gostaria de comentá-las nesta maravilhosa oportunidade…

Aproveito para deixar bem claro que meu intuito é passar um pouco do que aprendi em mais de 14 anos de experiências com puras vivências no cotidiano, respeito as outras formas, e se você segue de uma maneira diferente, não tem problema! Mas reitero que meu intuito é passar da forma que utilizo e acredito.

Texto • Mestre Eduardo Henrique

• Não pode deixar as ervas ferver junto com a água na panela

Não sei quem inventou isto, mas no Universo e Cultura temos o costume de por as ervas para ferver junto com a água. Quando é para chá de consumo oral, realmente é bom deixar a água ferver para depois pôr as ervas, abafando, evitando perca de propriedades fitoterápicas, mas para banhos de ervas que seria em uso externo, não há nenhuma consideração neste sentido. Existe umas frases bem antigas em que algumas pessoas dizia que se tirar uma plantinha fresca e colocar para ferver numa panela, secaria todo o pé, porém já testamos e isto não ocorreu.

• Ervas secas não podem ser misturadas com as frescas

Por quê não pode? Eu tenho o costume de colocar algumas frescas que eu vou colhendo no jardim, mas quando não consigo todos os ingredientes frescos, misturo com as que foram desidratadas (secas), é claro que, em algumas culturas há certos tabus religiosos ou receitas que pode precisar de forma mais específica em uma certa temperatura.
Acredito que tudo depende dos costumes, as ervas frescas são melhores para macerar (guinar) com pedras ou mãos humanas, porém, ervas secas é mais fervendo mesmo para extrair o conteúdo.

• Todo banho de erva é bom pra afastar encostos

Não é verdade! Existe muitos banhos que pode piorar a situação ou até mesmo atrair encostos, é necessário consultar alguém experiente em ervas ou estudar propriedades e finalidades de cada uma, antes de utilizar, pois assim como a defumação, há certas que atrai muitos seres.

• Banhos podem aumentar poderes espirituais

É uma medicina linda! Alguns pensam que banhos só serve para prosperidade, atração e limpeza, porém não é bem assim… eu particularmente tenho o costume de utilizar uns banhos que aumentam meu poder intuitivo, ou faz sonhar com coisas que irão acontecer, enxergar o oculto e etc. Há banhos de ervas até mesmo para limpeza de oráculos e, aumentar o canal com o espiritual.

• Toda vez que for utilizar banhos de ervas deve usar branco

Não é bem assim!… é que o branco representa a pureza e é uma cor neutra. Mas tem banhos em que a pessoa termina de utilizar e coloca tudo preto ou vermelho, um grande exemplo são os banhos atrativos sexuais, em regra não é necessário utilizar branco, esta questão de cores é mais para que trabalha com as energias das cores para facilitar o objetivo do banho ou quando é um ato religioso.

• Muitas ervas da cabeça para baixo é ruim!

É ruim pra quem? Só se for um tabu religioso específico de algum lugar, e se você não é deste lugar, não tem razões para seguir. Eu costumo preparar banhos mensais para eu usar com mais de 30 ervas, favas, pós, entre outros ingredientes que são segredos passados apenas para familiares e nunca fiquei perturbado sem conseguir dormir ou algo do tipo. A questão principal envolvendo ervas, é saber para quais fins específicos é o banho que deseja preparar. Esta crença nasceu do seguinte pensamento: se o banho for com ervas muito quentes e o indivíduo não tiver uma firmeza boa na cabeça, poderá ficar agitado demais e em desequilíbrio (quente demais)… mas para quem tem conhecimento sobre ervas, sabe como equilibrar o banho.

• Sem encanto, é natural!

Existe três formas de preparar os banhos, a primeira é através apenas dos ingredientes e utilizando o banho, isto fará receber a energia da própria natureza e da propriedade do banho energético, mas existe uma outra forma no qual é invocado um ser espiritual para abençoar ou direcionar energias daquele banho para uma tal finalidade, tornando-se um banho espiritualizante. A última forma são os banhos mágicos que são aqueles preparados através de um ritual de magia, um grande exemplo que podemos utilizar é a Kimbanda! Um feiticeiro executa uma magia para abrir caminhos no amor de alguém que só tem azar, ele invoca uma Pomba Gira e junto com toda aquela magia há um banho que está sendo energizado por toda aquela ritualística, no final, depois de sete dias ele entrega um banho para a pessoa usar, potencializando e complementando o que foi feito.

Banho de ervas é limitado apenas ervas

Isto não é uma verdade! Existe banhos que utilizam mel, outros que usam bebidas alcoólicas… isto é muito relativo, depende do conhecimento de cada um, talvez alguém que estudou apenas X, não entenderá da junção com Y, por justamente não ter se aprofundado na outra parte.

Banho de ervas apenas usa origem vegetal

Não! Tem banhos na cultura africana (bantu e yorùbá), por exemplo, que utiliza partes de origem animal. É necessário entendermos que os banhos sempre dependerá da experiência do praticante e para qual caminho busca direcioná-lo.

Banhos de ervas é obrigatório ter cheiros

Isto com certeza não é uma verdade… eu particularmente, amo um cheirinho bom na hora de me banhar, mas existe banhos que não tem cheiro de nada, e mesmo assim tem força para algumas finalidades. Os banhos sem cheiros ajuda bastante quem tem problemas alérgicos com certos aromas.

Mulheres em período menstrual não podem usar banhos de ervas

Podem sim! A questão é mais pessoal… muitas mulheres não se sente confortáveis tomando banhos e depois tendo sangramento causado pela descamação do útero (algumas se sentem sujas e mal), mas é um período de ciclo transformador, a mulher se encontra mais aberta as energias e para banhos de limpeza pode ser ótimo, mas para quem não se sente bem, pode esperar o cessar, pois o objetivo não é causar mal estar.

• Quanto mais contato com a natureza é melhor

Eu quero compartilhar um ensinamento que tive com um pajé de uma tribo indígena, ele me disse “pegue uma planta e faça medicina agora mesmo e será algo vivo. Arranque uma planta leve para outro lugar e utilize depois de muito tempo e a raíz estará morta”. É interessante que possamos cultivar nossa própria medicina e ter o máximo possível ervas plantadas conosco, pois comprar de um supermercado a energia é muito diferente de você mesmo ter o contato em retirá-la diretamente da terra para uso.

 

SUGESTÕES DE LEITURA
+ AMOR E - ÓDIOspot_img

NOVIDADES