segunda-feira, julho 15, 2024
spot_img
InícioCulturas & ReligiõesKimbandaFigueira é uma árvore maldita?

Figueira é uma árvore maldita?

image_pdfimage_print

Existe pessoas que morrem de medo da figueira e até mesmo gostariam de comer os frutos, mas acredita ser algo macabro ou ruim. Tudo começou por influências nas interpretações equivocadas da bíblia cristã, que tornou esta árvore motivo de diversas lendas urbanas e que colocou a imagem da figueira de forma muito negativa, mas talvez tenha um lado sobre ela que você ainda não conhece, vamos lá?

• Texto – Mestre Eduardo Henrique Costa

ONDE TUDO COMEÇOU

Há uma passagem na bíblia cristã, que relata sobre Jesus e a figueira. Jesus estava caminhando e ficou com muita fome. Ele viu uma figueira com folhas e procurou por figos. Não era estação de figos, por isso não encontrou nada. Jesus amaldiçoou a figueira, para nunca mais dar frutos (Marcos 11:12-14). Deste trecho surgiu muitas invenções sobre ele ter visto o Diabo e amaldiçoou, ou que a figueira tentou matá-lo. O que podemos compreender é que a figura principal do Cristianismo amaldiçoou apenas pela árvore não ter frutos, sendo que não era a estação adequada. Meu intuito não é criticar a atitude exercida pela figura do Cristianismo, mas apenas se basear no livro de onde é extraído tais ensinamentos e que demonstra o oposto do que muitos afirmam. Não havia uma entidade no local, nem muito menos frutos, apenas não tinha.

Não parou apenas nisto, houve muitas lendas entre a população brasileira sobre a figueira ser a casa de Satanás. Até mesmo minha bisavó que morava na roça, me contava que meu bisavô quando ia trabalhar, tinha que voltar por um campo onde tinha uma figueira e ele sempre via um homem assobiando de chapéu encurvado e que dava boa noite, ela dizia que isto só acontecia de noite. Estes contos são bastante comuns entre o povo da roça, alguns até relatam ter ouvido gargalhadas e conversas mas quando chegou perto não havia ninguém na figueira. Mas será mesmo que esta árvore seria um tipo de portal espiritual?…

DANDO UMAS VOLTAS PELAS CULTURAS

A Figueira é a primeira planta descrita na Bíblia, Adão usou as folhas da figueira para se vestir, ao notar que estava nu. O figo é considerado um fruto sagrado em diversas culturas, principalmente para os Judeus. Ela faz parte dos sete alimentos que crescem na Terra Prometida, segundo a Torá. São eles: trigo, cevada, uva, figo, romã, oliva e tâmara (representando o mel). Para os budistas a árvore figueira é venerada, pois foi debaixo de uma delas, que Buda teria alcançado a sua revelação espiritual. Os maias e os astecas utilizavam a casca de figueiras nativas da região para produzir o papel utilizado nos seus livros sagrados.

Em diversas vertentes pelo mundo, a figueira é vista como a árvore da clareza, do conhecimento, da evolução espiritual e principalmente usada para meditações. Na Kimbanda ela possui uma enorme importância no culto, além de ser considerada a raiz de toda magia e encanto. Da mesma forma como para o Candomblé, a árvore Iroko é sagrada e são feitos rituais em volta dela, a figueira também tem seus ritos que são feitos na Kimbanda. É possível existir aparições na figueira, devido esta árvore despertar vidência e clareza.

Os kimbandeiros fazem magias de baixo da figueira e muitos contam que buscaram proteções espirituais e obtiveram curas para enfermidades através de uma delas. No Vodu haitiano, existe a prática que os espíritos usam as árvores para descer do céu para Terra. Na Kimbanda há cantigas que fazem alusão a descida das entidades (Exús) através das figueiras.

“Balança figueira 🎶
Balança figueira 🎶
Eu quero vê Exú cair…” 🎶

Autor: Professor e pesquisador de religiões e culturas, Mestre Eduardo Henrique.

SUGESTÕES DE LEITURA

Exu das Sete Cruzes

Exu do Lixo

+ AMOR E - ÓDIOspot_img

NOVIDADES