terça-feira, janeiro 31, 2023
spot_img
InícioDestaque Religioso e CulturalQUAIS ORIXÁS E ODUS ESTÃO REGENDO O BRASIL EM 2023?

QUAIS ORIXÁS E ODUS ESTÃO REGENDO O BRASIL EM 2023?

image_pdfimage_print

As apurações foram realizadas pelo Babalawo Olaifa Alberto Junior Ogboni Iwashe, com a presença das seguintes testemunhas: lyá Silvia Ty Oyá e Omo Ṣàngó Waldir Mazzei.

Energias regentes:
Egúngún – Ògún – Èsù e Oṣùn.

Jogo para o Brasil (país):

Posição: Osogbo (negativo).
Odùs e energias:
Oyekuodi – Egúngún;
Owarinofun – Egúngún;
Oturairosun – Ògún;
Owarinoturopon – Egúngún;
Odiiwori – Èsù;
Owarinogunda – Egúngún.

Interpretação principal:
Novamente o ano será regido por Egúngún, o que significa que Egúngún não entregou o ano de 2022 e continua regendo a energia do país.
Relembrando as interpretações, os regentes de 2022 foram: Egúngún, lyámi, Oṣùn e Obàtálá.

É importante ressaltar que cada indíviduo, casa, cidade, estado, país e planeta tem sua energia regente. O jogo para um país é apenas a nível interpretativo, mas para cuidados é importante que um jogo em específico seja feito para apurar de acordo com a situação, avaliando as energias que estão regendo.

1° Queda
Odù: Oyekuodi
Energia: Egúngún.
Resumo: O oráculo fixou como resposta que o nosso país se encontra passando por momentos de obscuridões e perturbações. A influência de Egún Buruku (Maus Espíritos) em cima da cabeça das pessoas que não possui equilíbrio espiritual e elevação, será muito grande a influência. É um ano que as intrigas, brigas, confusões e até crimes de ódio serão agravados e incentivados pela presença dos espíritos perturbadores. Estes seres irão vagar e rodear a Terra trazendo desequilíbrios psíquicos e físicos. Esta energia negativa acaba piorando os desequilíbrios psicológicos (caso o indivíduo não tenha um Orí forte).
No coletivo mostra as pessoas ou grupos unidos por pensamentos em comum, ou até mesmo filosofia de vida (que pode ser certa ou errada), mas que irão unir os grupos de pessoas onde pode existir conflitos, desuniões, combates, brigas e confusões. É importante cultivar a prática do respeito, sabedoria e paciência com as pessoas para evitar conflitos graves.
Por um outro lado, Oyekuodi é uma energia que pode trazer progresso, vitórias e caminhos abertos para quem tem uma espiritualidade forte e elevada. É essencial o culto aos nossos ancestrais e estabelecer boas relações com a nossa família, época que temos que direcionar o nosso olhar para acertar o que vem do passado e a nossa relação com os nossos parentes e amigos.
A presença deste Odù reafirma que o compromisso com a espiritualidade e o caminho religioso vão ser fundamentais para esta energia nos trazer progressos e vitórias.

2° Queda
Odù: Owarinofun.
Energia: Egúngún.
Resumo: Nossas atitudes, condutas e como lidamos com o nosso universo íntimo e coletivo serão muito observados pelos espíritos ancestrais superiores. A colheita ocorrerá em cima do que foi platado, a resposta do astral nestes tempos será muito mais rápida. Em outras palavras: quem plantar ventos, colherá tempestades, a justiça divina atuará com força total dos ancestrais que ocuparão uma atuação como justiceiros divinos. Ressalto a importância de boas condutas e atitudes, pois será fundamental e importante para o nosso progresso e triunfo.

3° Queda
Odù: Oturairosun.
Energia: Ògún.
Resumo: Um ano de muita luta e retomada da economia pessoal e de nosso país, as coisas irão acontecer através de muitas lutas e dificuldades. Será um ano onde exigirá bastante a necessidade de sermos fortes e determinados.
A presença do deus da guerra não é atoa, mostra muitas guerras, desentendimentos e brigas literalmente, temos que tomar muito cuidado para não nos envolvemos. Saber ceder, retroceder ou até mesmo deixar pra lá situações de brigas e desentendimentos para não gerar problemas maiores.
O uso de bebidas alcoólicas e drogas devem ser evitadas ao máximo ou moderadas para não trazer desastres maiores, com a presença de Egúngún mais Ògún, acaba se tornando uma ‘bomba atômica’ para situações de brigas e desentendimentos.
Mostra a importância do Orí (cabeça) firme e forte com a espiritualidade equilibrada. Quem é seguidor da religião deve buscar o seu sacerdote para que faça as oferendas anuais de seus Òrìşà junto de Egúngún, Ògún e Èsù, além de ser verificado a necessidade de bori (culto ao Òrìşà Ori).
É mais um Odù que no jogo mostrou que para quem tiver determinação, boa cabeça e cuidar da espiritualidade, elevação, serão vitoriosos. Quem pertencente ao Ase Isese (Culto Ancestral divino e sanguíneo) Ògún pronuncia caminhos abertos, vitórias e derrotas dos inimigos visíveis e invisíveis, trazendo o triunfo em diversos aspectos.

4° Queda
Odù: Owarinoturopon.
Energia: Egúngún.
Resumo: Neste caminho mostra que deve manter cuidados com a nossa saúde psíquica e física, ainda não é tempo de acharmos que estamos livres das pandemias, epidemias e doenças principalmente contagiosas, cuidados são de grande tamanho. Fase que torna interessante se cuidar e evitar exageros. Ir ao médico para realizar exames de rotinas ou preventivos, é muito essencial.

5° Queda
Odu: Odiiwori
Energia: Èsù.
Resumo: Èsù é bom para quem for bom com ele e mau para quem não reconhece sua verdadeira importância. Èsù vem nos amparar, aliviar, mas como é um Òrìşà complexo, ele trará vitórias para quem for bom consigo, respeitar a si e ao próximo. Ter uma boa cabeça, assim como boas atitudes, elevação, caráter (Ìwà pẹlẹ) e honestidade, tudo isto são condutas que agrada Èsù. Òrìşà protege e ajuda os justos e boas pessoas.
Para quem é cultuador de Òrìşà se torna fundamental as suas oferendas anuais.

OBS: Temos que ficar bastantes atentos aos fatores psicológicos, tomando cuidado com as nossas atitudes, pois são nossos atos que podem ser agravados pela presença de Egúns Burukus (Espíritos Ruins) incentivando e promovendo a discórdia, maus caminhos e condutas ruins.

As apurações e interpretações apresentadas são de nossa família tradicional de Culto Yorùbá à Ifá e Òrìşà. O método que usamos é através de consulta oracular. Reitero que as apurações para o Brasil apenas nos ajuda entender como será, mas o que fará a diferença realmente no nosso destino pessoal é as energias que estão nos regendo intimamente e como elas se encontram (positivas ou negativas).

Considerações finais:

Cada centro cultural costuma apurar as energias que irão reger suas famílias, onde são usadas para ebós e cuidados para que fiquem livres das energias negativas do novo ano e possam ter menos problemas possíveis, é importante para uma família saber quem vai socorrer (amparar) para dedicar rezas e ebós. Quando apuramos e verificamos quem irá reger o Brasil, Ifá explica através de Odù as previsões, o que podemos esperar. Como o Brasil é um país e não uma pessoa, depende da maioria fazer coisas certas para a energia do local seja boa, o que só é possível se cada um se cuidar através de suas energias individuais.

É importante buscar seu sacerdote para verificar as energias que estão regendo seu 2023 e quais ebós devem ser feitos para que o ano seja bom para você ou sua família.

Não é motivo para desespero e achar que tudo está perdido devido o astral para o Brasil está pesado, vale lembrar que no ano passado tivemos previsões bastante pesadas e mesmo com tantos problemas e energias negativas no país, houve pessoas que conseguiram boas coisas e não passaram por tragédias e nem muito menos foram infectadas, isto se dá pelo fato do destino pessoal de cada e o autocuidado para uma boa colheita. Porque se o indivíduo depender da energia do local onde vive (país), sabemos que não será algo tão favorável.

Que a luz de Olódùnmarè abençoe você e sua família.

• Créditos Finais:

Sacerdote responsável pelo jogo: Babalawo Ifa Olaifa Alberto Junior.

Edição: Awo Omo Ifá – Eduardo Henrique.

SUGESTÕES DE LEITURA
+ AMOR E - ÓDIOspot_img

NOVIDADES